Showtec 2017: programação traz palestras, debates e visitas a campo

Em uma área de 120 mil metros quadrados, a próxima edição do Showtec traz programação recheada de novidades tecnológicas para o campo e discussões sobre os desafios do agro para o próximo ano. Entre os destaques, estão palestras, discussões e as visitas a campo, onde o participante terá acesso a informações técnicas atualizadas. O evento será realizado na sede da Fundação MS, em Maracaju, entre os dias 18 e 20 de janeiro de 2017.

Seguindo tendência da última edição, o evento terá mais de 120 expositores oferecendo o que há de mais recente no setor agropecuário. "As informações técnicas, palestras, exposições, bem como mostras de sistemas produtivos são apresentadas aos participantes para que eles possam aplicar tais conhecimentos em suas atividades", destaca o presidente da Fundação MS, Luis Alberto Moraes Novaes, que enfatiza a importância do acesso dos produtores rurais às últimas novidades do mercado agrícola.

Conforme o presidente, a contribuição do agronegócio para a economia brasileira é feita graças à evolução do setor, por meio das constantes pesquisas realizadas. "Nossa missão é transferir conhecimento, por meio de parceiras com diversas instituições de pesquisa, desenvolvendo novas alternativas para que o produtor leve ao campo a tecnologia que melhor se adapta com as condições de solo, clima e em respeito ao meio ambiente", observa.

A programação traz debates importantes, entre eles, manejo de pastagens para aumento da produção bovina, bem estar animal, construção do solo para máxima produtividade, estruturação física do solo, sanidade, qualidade do solo, melhoramento genético, integração e sucessão familiar, entre outros.

Mantendo a tradição, o evento irá abordar, ainda, temas importantes sobre os principais desafios para a cultura de soja e milho safrinha, pequenos negócios rurais, conservação e manejo de solos, entre outros temas voltados para a agricultura. No dia 19, haverá visita ao campo, onde serão apresentados os efeitos de espécies vegetais na estrutura do solo por meio de uma trincheira com mais de 50 m² aberta em plena feira. Já no dia 20, a visita abordará amostragem e identificação de insetos agrícolas e eficiência de biotecnologia em milho.

Nos três dias de evento, das 8h às 17h, o público terá a oportunidade prestigiar o Projeto Cão Pastor, onde é realizada uma apresentação de pastoreio de ovelhas com cães da raça Border Collie. Simultaneamente, será feita uma mostra de tecnologias para pequenos negócios rurais, com cultivos de hortaliças, avicultura, plasticultura, preparo de insumos orgânicos, processo e colheita, higienização, seleção e classificação de hortaliças e assistência técnica.

Outro destaque do evento é o I Encontro de Jovens da Agropecuária, organizado pela MNP Jovem. Entre os temas que serão abordados no encontro, estão: Como ser protagonista no futuro do agronegócio; O papel da juventude nos negócios tradicionais e, por fim, um painel de profissões para traçar o perfil desejado pelo mercado de trabalho.

A programação completa do evento já está disponível no site www.portalshowtec.com.br.

Sobre o Showtec

Destinado aos produtores e empreendedores rurais, técnicos agrícolas, acadêmicos, entre outros, o Showtec é uma feira anual onde são apresentados produtos e serviços ligados ao setor agropecuário, lançamentos, inovações tecnológicas, sistemas de produção, palestras técnicas e resultados de pesquisas que contribuem para a sustentabilidade do agronegócio brasileiro.

O evento é realizado pela Fundação MS e promovido pelo Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), Sistema OCB/MS (Organização das Cooperativas Brasileiras), Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul) e Senar/MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural). O Showtec conta com o apoio do Sindicato Rural de Maracaju, Prefeitura Municipal de Maracaju, Biosul (Associação dos Produtores de Bioenergia do Mato Grosso do Sul), Embrapa Gado de Corte, Embrapa Agropecuária Oeste, Embrapa Solos, Embrapa Pantanal, Monsanto, Agrisus, Agron, Fundect (Fundação de Apoio do Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul) e Governo do Estado de Mato Grosso do Sul.