Fundação MS recebe homenagem em comemoração dos 40 anos da Embrapa

A Fundação MS recebeu na noite desta quarta-feira (3), em Campo Grande, uma homenagem por seus trabalhos prestados junto a comunidade científica de MS. A congratulação foi realizada durante Sessão Solene realizada na Assembleia Legislativa para comemorar os 40 anos de atuação da Embrapa Gado de Corte em Mato Grosso do Sul. A solenidade contou com a participação de lideranças e diversas entidades representativas do setor agropecuário.

A celebração é destinada a agraciar quem contribuiu com a pesquisa no Estado, elevando o patamar da Embrapa, com soluções tecnológicas para a agricultura e pecuária, em benefício da sociedade e da economia do Estado e também de todo o País. Desta forma, a Fundação MS foi uma das entidades que receberam a placa "parceria destaque", por conta das ações realizadas em conjunto. A sessão foi comandada pelo deputado estadual Júnior Mochi.

Representando as instituições de pesquisa homenageadas, o diretor tesoureiro do Sistema Famasul e ex-presidente da Fundação MS, Luis Alberto Moraes Novaes, fez uso da palavra para agradecer as homenagens e ressaltar a importância da pesquisa científica para o avanço da agricultura e pecuária do Estado. "Temos um dos sistemas de produção mais desenvolvidos do mundo, e isso tem sido reconhecido por onde passamos, graças ao trabalho realizado pelos pesquisadores", observa.

Novaes agradeceu, ainda, pela confiança depositada pela Embrapa a Fundação MS, para que a mesma estivesse cada vez mais inserida na comunidade científica. Além disso, parabenizou o novo presidente da entidade, Luciano Mendes.

Durante a cerimônia, foram concedidos o diploma de honra ao mérito para José Mendes Barcellos, Otávio Braga, Eberth Costa Junior, Ivo Martins Cesar, Ademir Hugo Zimmer, Zenith João de Arruda, Celso Boin, Arae Boock, Antônio Batista Sancevero, Kepler Euclides Filho, Rafael Alves e Cleber Oliveira Soraes.

Também receberam placas por parceria destaque, concedidas pela Embrapa Gado de Corte, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS), o Governo do Estado, a Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul – Sistema Famasul, a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado (Fundect), o Sistema Brasileiro do Agronegócio – SBA/Canal do Boi, a Geneplus Consultoraia Agropecuária e a Associação para o Fomento à Pesquisa do Melhoramento de Forrageiras – Unipasto.