Compensação de carbono por meio do plantio de árvores nativas será destaque no Showtec 2018

A Fundação MS lançou na manhã desta terça-feira (31), mais uma edição do Showtec. Durante a solenidade, foram apresentadas as novidades da futura edição da feira, considerada uma das maiores do segmento da agricultura e pecuária do Brasil e que será realizada entre os dias 17 e 19 de janeiro do ano que vem, em Maracaju, na sede da entidade. Desta vez, a feira traz o tema Carbono Zero como destaque.

Em sua próxima edição, a feira contará com a certificação de compensação de carbono por meio do plantio de árvores nativas. Na prática, as emissões de carbono geradas pela organização e realização do evento serão anuladas com plantio de árvores nativas na Serra da Bodoquena. "O produtor rural também vem fazendo este trabalho quando utiliza o sistema de plantio direto e integração lavoura-pecuária-floresta, onde os sistemas integrados realizam a fixação do carbono", explica o diretor executivo da instituição, Alex Melotto.

O produtor que utiliza técnicas modernas de plantio direto e pratica uma agricultura eficiente trabalha também na preservação do meio ambiente. Com uma pegada mais ecológica, o Showtec continua com sua missão de difundir tecnologias para apoiar o expressivo crescimento da área cultivada em Mato Grosso do Sul. Em sua última edição, a feira recebeu mais de 16 mil pessoas, que puderam visitar cerca de 120 expositores, com mostras de soluções para os sistemas produtivos.

De acordo com o presidente da Fundação MS, Luciano Mendes, o evento é essencial para que os produtores rurais e demais profissionais ligados ao setor tenham acesso às últimas novidades do mercado agrícola e das tecnologias disponíveis. Ele ressalta que a contribuição do agronegócio para a economia brasileira é feita graças à evolução do setor, por meio das constantes pesquisas realizadas.

"Vamos focar em um evento onde o produtor pode, em um só lugar, obter informações importantes para o planejamento de sua safra, principalmente das tecnologias de produção conservacionistas e integração de sistemas que permitem o sequestro de carbono da atmosfera e transformando em matéria orgânica, aumentando a produtividade com uma pegada neutra de carbono", reitera Mendes.

O presidente do Sistema Famasul, Maurício Saito, elogia o trabalho que as instituições de pesquisas desenvolvem para a sociedade brasileira. Ele ressalta que a adoção de novas tecnologias pelo produtor rural resultou em expansão de áreas, o que possibilitou resultados positivos. "Temos 40 anos de Federação e 40 anos de Mato Grosso do Sul. Em 1977, tínhamos 650 mil toneladas de produção de soja e milho. Hoje, vemos um crescimento graças a eficiência das novas tecnologias e conseguimos ultrapassar 8,5 milhões de toneladas de soja e 9,5 milhões de toneladas de milho. Isso se deve a ciência e, sem dúvida alguma, ao produtor que adere a essas tecnologias", destaca.

Durante a cerimônia, o governador do Estado, Reinaldo Azambuja, enfatizou os resultados positivos em relação ao uso das tecnologias no campo em Mato Grosso do Sul, atribuindo ao trabalho realizado em conjunto com diversas instituições de pesquisa. Ele ressalta, também, que o tema abordado na próxima edição da feira é bastante oportuno. "As emissões de gases, em nível mundial, aumentaram, então nada mais atual do que trabalhar com essa mitigação, que já tem sido uma tônica no setor produtivo".

Programação

A feira de tecnologias abordará, de forma especial, sobre a gestão e inovação no Agro, por meio de um painel específico com palestras e debates sobre sistemas de gestão aplicados ao agronegócio, e também sobre gestão e riscos dentro do setor. Os desafios dos sistemas produtivos também serão discutidos, com abordagens sobre o impacto fitossanitário dos cultivos sucessivos e riscos agronômicos na agropecuária.

A programação do Showtec também prevê palestras sobre estoque de carbono do solo e produtividade agrícola e estruturação física e química do solo por meio da integração de sistemas. Também estarão em pauta os principais desafios para a cultura de soja e milho safrinha, cana de açúcar, pequenos negócios rurais, conservação e manejo de solos, entre outros temas voltados para a agricultura, bem como mostras de implementos agrícolas e maquinários. Haverá também espaço para pecuária, com exposições de produtos e palestras sobre o segmento.

Sobre o Showtec

O Showtec é uma feira anual onde são apresentados produtos e serviços ligados ao setor agropecuário, lançamentos, inovações tecnológicas, sistemas de produção, palestras técnicas e resultados de pesquisas que contribuem para a sustentabilidade do segmento. A feira é destinada aos produtores e empreendedores rurais, técnicos agrícolas, acadêmicos, entre outros, e leva informações de forma direta e aplicável.

O evento é realizado pela Fundação MS e promovido pelo Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), Sistema OCB/MS (Organização das Cooperativas Brasileiras) e Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul), contando com patrocínio do Senar/MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural). O Showtec conta, ainda, com o apoio do Sicredi, Agrisus e Prefeitura Municipal de Macaraju.

Serviço Showtec 2018 Data: 17, 18 e 19 de janeiro de 2018 Local: Sede da Fundação MS Endereço: Estrada da Usina Velha, Km 02, Zona Rural - Maracaju MS Mais informações podem ser obtidas por meio do endereço eletrônico: www.portalshowtec.com.br.